banner

Ticker

* Cotações com atraso superior a 15 minutos via Bats CHI-X Europe e NASDAQ Basic

Dados económicos e principais notícias - 6 março

6 Mar 2018

noticias/Diario-Patris.jpg

Portugal: Vendas a retalho (janeiro):

  • As vendas a retalho, depois de ajustadas pelos efeitos de calendário, sazonalidade e de preços, caíram 0,5% em janeiro (-0,9% excluindo combustíveis), traduzindo uma queda na área da alimentação (-1,7%) e uma subida na área não alimentar (+0,5%, mas uma variação nula se excluirmos os combustíveis);
  • Assumindo que a leitura de janeiro se mantém inalterada até ao final do 1º trimestre de 2017, o período entre janeiro e março apresentaria uma taxa de variação trimestral não anualizada de +0,9% para as vendas a retalho (após +0,7% no 4º trimestre de 2017), ou +0,8% depois de excluir combustíveis (vs. +1,0% no 4º trimestre de 2017), traduzindo uma queda na alimentação (-1,2%, após +0,9% no trimestre anterior) e um ganho na área não alimentar (+2,6%, após +0,6% no 4º trimestre de 2017, ou +3,0% excluindo combustíveis, após +1,2% no trimestre anterior). Ou seja, também aqui um início positivo para as vendas a retalho no 1º trimestre de 2018.

EUA: Índice ISM para a área não industrial da economia dos EUA (fevereiro):

  • O índice registou uma queda de 0,4 pontos para 59,5, na sua leitura de fevereiro. O consenso esperava uma descida para 59,0. Apesar da queda no mês, o índice permanece num valor elevado para a história do inquérito. De relembrar que a leitura de janeiro tinha representado um máximo de 12 anos;
  • O detalhe foi, de uma forma geral, positivo (aliás, mais positivos do que a evolução do índice total), com subidas nas componentes de atividade (+3,0 pontos para 62,8), novas encomendas (+2,1 pontos para 64,8, para um máximo de 12 anos) e encomendas por satisfazer (+5,5 pontos para 56,0). A componente do emprego registou, contudo, uma forte queda no mês (-6,6 pontos para 55,0), justificando a queda no índice total, o que poderá chamar a atenção, tendo em conta que o relatório de emprego de fevereiro será divulgado na próxima sexta-feira.

O índice ISM para o total da economia (área industrial +área não industrial) baixou 0,2 pontos em fevereiro para 59,6, permanecendo junto dos seus máximos históricos. A evolução deste índice sugere um comportamento mais favorável por parte da economia dos EUA nos próximos meses, após os dados divulgados até ao momento apontarem para um primeiro trimestre de 2018 mais fraco do que o inicialmente esperado. De relembrar que o índice ISM para a área industrial da economia dos EUA atingiu, em fevereiro, um máximo de 13 anos. Finalmente, uma nota para o PMI composto da IHS Markit, cuja leitura final de fevereiro, foi também ontem divulgada, tendo atingido o valor mais elevado em quase 3 anos. Esta leitura confirma a evolução positiva dos índices ISM e aponta para um comportamento favorável por parte da economia dos EUA.

Grécia: Variação do PIB no 4º trimestre de 2017:

  • A taxa de crescimento trimestral, ajustada pela sazonalidade e não anualizada, situou-se em 0,1% para o PIB em volume no 4º trimestre de 2017. A taxa de variação homóloga situou-se em 1,8%;
  • Destaque para a componente do investimento, que registou uma forte variação positiva de 27,8% face ao 3º trimestre;
  • No 4º trimestre de 2017, as exportações caíram 2,3% face ao trimestre anterior, enquanto as importações registaram uma subida de 1,7%;
  • No total de 2017, o PIB cresceu 1,4%.

Notícias:

Altice: os advogados da empresa pediram ao regulador uma decisão sobre a aquisição da Media Capital até 13 de abril (Bloomberg)

BCP: a BlackRock aumentou a sua participação no capital social do BCP de 2,68% para 3,39% (Comunicado do BCP na CMVM)

Galp: a Templeton Global Advisors Limited diminuiu a sua participação indireta no capital social da Galp de 2,03% para 1,97% (Comunicado da Galp na CMVM)

Cofina: o grupo obteve uma licença para exploração de apostas desportivas, após ter conseguido uma licença para exploração de jogos de fortuna ou azar. A licença é valida até 1 de março de 2021, caso não seja prorrogada (ECO)

EDP: a EDP está preparada para avançar para tribunal relativamente aos contratos Custos para a Manutenção de Equilíbrio Contratual (CMEC) (Negócios)

EDP: a CNIC aumentou a sua participação na EDP de 3,02% para 4,98% (Expresso, Jornal Económico)

Espanha: segundo uma sondagem publicada pelo El Confidencial, o partido Ciudadanos reúne 28,5% das intenções de votos. O PSOE aparece em segundo lugar com 21,5%, praticamente em igualdade com o PP (21,4%). O Unidos Podemos teria 17% das intenções de voto (Bloomberg)

Iberdrola: o novo plano estratégico para 2018-2020 inclui uma redução de custos de mil milhões de euros e desinvestimentos de 3 mil milhões de euros. A empresa pretende vender 5 subsidiárias: Adicora, Inecosa, Ghesa, Empresarios Agrupados e Tecnatom. (El confidencial)

Aena: a empresa tem como objetivo expandir a sua atividade na Ásia e nos EUA (Bloomberg)

Aena: o Conselho de Administração aprovou a revisão da política dos dividendos para este ano (Bloomberg)

Aena: o grupo poderá adquirir a participação de 49% que ainda não detém no aeroporto Luton, segundo o Expansion, depois da Ardian ter anunciado a intenção de vender essa participação. A Aena tem direitos preferenciais sobre a aquisição dessa participação (Bloomberg)

Bankia: o grupo selecionou a unidade de Cerberus, Haya Real Estate, para gerir os seus ativos imobiliários, após a fusão com o BMN, segundo o Expansion. A Cerberus já geria os ativos imobiliários do Bankia antes da referid fusão (Bloomberg)

Bankia: segundo o presidente da Bankia, Jose Ignacio Goirigolzarri, o banco poderia ser um objetivo de aquisição de outro banco, sobretudo BBVA (La Vanguardia)

Itália: o líder de Cinque Stelle, Luigi di Maio, considera que o resultado das eleições legislativas deveria permitir-lhe governar o país. Entretanto, Matteo Renzi, líder do PD, disse que irá apresentar a sua demissão (Bloomberg)

Europa: a Comissão Europeia estuda apresentar tarifas em várias importações dos EUA: aço, vestuário, calçado e alguns bens industriais (Bloomberg)

Voltar